Dieta Mediterrânica é património da UNESCO

O Comité Intergovernamental da UNESCO, reunido recentemente em Nairobi, decidiu incluir a Dieta Mediterrânica na lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade.
A palavra dieta, que deriva da palavra grega “diaita”, significa “estilo de vida equilibrado” e é isso exactamente que é a Dieta Mediterrânica. Não é só um dos padrões alimentares mais saudáveis do mundo, é todo um estilo de vida em que a convivialidade e as tradições, bem como a prática de exercício físico moderado, mas diário, constituem um excelente modelo de vida saudável. A Dieta Mediterrânica abraça todos os povos da bacia mediterrânica e tem vindo a ser transmitida de geração em geração, ao longo dos séculos. Tem evoluído sabiamente, incorporando novos alimentos e técnicas que advém da suas posição geográfica estratégica e da capacidade de mestiçagem e de intercâmbio dos povos mediterrânicos. Nesse sentido, sempre foi e continua a ser uma dieta viva, dinâmica e vital.

A Dieta Mediterrânica caracteriza-se pela abundância de vegetais, pão, massas e arroz, verduras, hortaliças e legumes, frutas e frutos secos; o Azeite é a principal fonte de gordura; um consumo moderado de peixe, marisco e aves, produtos lácteos (iogurte e queijo) e ovos; consumo de pequenas quantidades de carnes vermelhas e pelo consumo diário, moderado, de vinho, especialmente às refeições.

Download

Recent Posts
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search